Cumprindo o propósito de Deus

por Anne Reis / 11.03.2012

Referência: João

Nesse capítulo Jesus tem um encontro com uma mulher samaritana. Ele desejava transformar e usar a vida daquela mulher para a sua obra, mas encontrou obstáculos para cumprir seu querer na vida dela. Deus também quer mover em nós, nos usar, mas as vezes estamos agindo como a mulher samaritana.

Quais obstáculos devemos tirar do caminho para que possamos ser tratados, transformados e para cumprir o propósito de Deus?

1.  Pré-conceito

Uma mulher *samaritana veio tirar água, e Jesus lhe disse:
    —Por favor, me dê um pouco de água.
 (Os discípulos de Jesus tinham ido até a cidade comprar comida.)
             A mulher respondeu:
  — O senhor é judeu, e eu sou samaritana. Então como é que o senhor me pede água? (Ela disse isso porque os judeus não se dão com os samaritanos.)
João 4:7-9 NTLH
 

A mulher tinha uma grande resistência contra os judeus e sequer cogitava começar uma conversa. Jesus estava prestes a transformar e restaurar a vida dela e por causa de um conceito, pré estabelecido, ela quase perdeu essa chance.

Quantas vezes perdemos a oportunidade de viver o melhor de Deus, de ser abençoado porque o pregador, o louvor, o método de evangelismo e outras coisas não estão sendo feitas conforme o nosso padrão. 

Estamos vivendo a reta final, não há tempo para ficar criticando, resistindo. Não podemos discutir o método de lançar a rede, o tipo de rede que estamos usando enquanto a rede está lotada e precisando de ajuda para ser puxada!

Você pode ter sua opinião, idéias, críticas… Você só não pode se esconder atrás disso e desperdiçar a oportunidade de ter um encontro com Jesus, de deixar ele te tratar e te usar!

 Ter o evangelho não nos dá status, mas sim uma missão!

Rogo-vos, pois, eu, o preso do Senhor, que andeis como é digno da vocação com que fostes chamados,
com toda a humildade e mansidão, com longanimidade,
suportando-vos uns aos outros em amor, procurando guardar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz.
Há um só corpo e um só Espírito, como também fostes chamados em uma só esperança da vossa vocação;
um só Senhor,  uma só fé, um só batismo; um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos,
e por todos e em todos vós.Mas a graça foi dada a cada um de nós segundo a medida do dom de Cristo.
Efésios 4:1-8
 

2.Incredulidade/não enxergar com os olhos espirituais

 Então Jesus disse:     — Se você soubesse o que Deus pode dar e quem é que está lhe pedindo água,
você pediria, e ele lhe daria a água da vida. Ela respondeu:  — O senhor não tem balde para tirar água,
e o poço é fundo. Como é que vai conseguir essa água da vida? 
João 4:10-11 NTLH
 
 Mas a pessoa que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede.
Porque a água que eu lhe der se tornará nela uma fonte de água que dará vida eterna.
             Então a mulher pediu:  — Por favor, me dê dessa água!
Assim eu nunca mais terei sede e não precisarei mais vir aqui buscar água.
João 4:14-15 NTLH
 

Jesus começou a falar sobre a vida eterna, sobre o Espírito Santo, sobre uma plenitude de vida que Ele poderia dar, mas aquela mulher só conseguia enxergar o balde, a corda e a água física. Da mesma maneira somos nós. Quantas vezes Deus tenta conversar conosco, nos usar, nos mostrar sua vontade e nós estamos focados apenas no mundo natural.

Para ouvirmos do Espírito precisamos ser espirituais:

Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne;
mas os que são segundo o Espírito para as coisas do Espírito.
Romanos 8:5

Se você não consegue enxergar as coisas espirituais, tome cuidado! Talvez você esteja negligenciando sua vida espiritual. Não deixe que isso aconteça! Faça jejum, corra para a palavra de Deus, busque-O em oração! Assim seu espírito se tornará mais forte!

3. Jesus toca nossas feridas para que possamos enxergá-lo!

— Vá chamar o seu marido e volte aqui! — ordenou Jesus. 
             — Eu não tenho marido! — respondeu a mulher.
  Então Jesus disse:  
    — Você está certa ao dizer que não tem marido, pois já teve cinco, e este que você tem agora não é, de fato, seu marido. Sim, você falou a verdade. A mulher respondeu:
  — Agora eu sei que o senhor é um *profeta!
João 4:16-19; NTLH

Deus usa, muitas vezes, um momento de dor, uma ferida para capturar nossa atenção. A mulher samaritana, só foi atingida, no momento em que Jesus tocou em um ponto delicado e sofrido de sua vida. Se você está passando por um momento difícil em sua vida olhe para Jesus, ele pode te restaurar!

4. religiosidade

Os nossos antepassados adoravam a Deus neste monte,
mas vocês, judeus, dizem que Jerusalém é o lugar onde devemos adorá-lo.
Jesus disse:     — Mulher, creia no que eu digo: chegará o tempo em que ninguém
vai adorar a Deus nem neste monte nem em Jerusalém. 
Mas virá o tempo, e, de fato, já chegou, em que os verdadeiros adoradores
vão adorar o Pai em espírito e em verdade. Pois são esses que o Pai quer que o adorem.
João 4:20-23; NTLH (grifo da preletora)

Quando a mulher percebeu que Jesus não era uma pessoa qualquer, que ele queria tratar de assuntos espirituais ela entrou em uma conversa sobre religião. Contudo, nós não precisamos de um ritual religioso, precisamos de um relacionamento com Deus!

Às vezes conversamos com nossos amigos e familiares normalmente, mas com Deus usamos um personagem. Mudamos quem somos, como falamos e etc… Por isso muitos não conseguem levar o relacionamento com a Deus adiante. Precisamos ser honestos, verdadeiros, ainda que com nossas falhas. Só assim seremos livres.

por Anne Reis / 11.03.2012

TwitterFacebookEmailPrintShare

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>