Pensando um pouco mais sobre avivamento

maxresdefault

2 Cronicas 7.14

 

A história de alguns avivamentos que ocorreram ao longo dos anos, séculos e milênios servirá de incentivo para toda a igreja do século 21.

Há pessoas, principalmente líderes antigos, que sonham com a possibilidade de um grandioso avivamento em terras brasileiras e esperam que esse sonho venha tornar-se realidade o mais breve possível.

Essas pessoas sabem que ocorreu no Brasil um gigantesco movimento chamado Renovação Espiritual que sacudiu centenas e centenas de igrejas nos anos de 1960 a 1990, mais ou menos. Por isto sonham e esperam que ocorra novamente. 

Quando o povo se volta para o Senhor Deus em oração, Ele promete ouvir e responder. A Sua Palavra é atual e não volta vazia.  Confira 2 Crônicas 7.14 “E se o meu povo que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.”

No avivamento, os cristãos são capacitados pelo poder soberano de Deus, gerando uma intensidade incomum de atividade espiritual e de grandes bênçãos. O Espírito Santo capacita os crentes levando-os à busca de santidade e regeneração. Nesta visitação divina, é possível que aconteçam alguns ou muitos fenômenos e eventos incomuns, talvez bizarros ou até amedrontadores. Tais como: visões, desmaios, profecias, gritos, e guinchos. São fenômenos. Infelizmente, imitações se misturam ao que é real e verdadeiro. A presença de tais acontecimentos faz com que algumas pessoas rejeitem os avivamentos como um todo. Felizmente temos a orientação da Palavra de Deus que nos traz o discernimento para que tudo aquilo que seja excessivo tenha a devida correção.

Se o povo de Deus no passado precisou de um avivamento, porventura no presente não precisaria também? Seria boa uma profunda reflexão sobre o assunto. A Deus toda glória. 

 

pr_darci_menor     Pastor Darci Reis   

 

 

Formado em teologia cristã pelos Seminário Teológico Batista do Norte do Brasil e pelo Seminário Teológico Evangélico do Brasil em 1967. É também bacharel em teologia e educação religiosa pela faculdade fundamentalista de São Paulo, em 1984 e grau de mestre em divindade pela faculdade teológica do Recife, em 1993. Faz parte da equipe pastoral do Núcleo da Fé e coordena o departamento de estudos da igreja.  É casado com a pastora Sarah 

 

Author: NúcleodaFé

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>