Eu e a Reforma Protestante

Há 69 anos comecei a ouvir os ensinamentos do Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo. Os pregadores e  professores da Bíblia tiveram algumas preocupações:

1. Preocuparam-se em ensinar e afirmar que só a Bíblia era a inerrante e infalível Palavra de Deus. Aprendi também que deveria procurar nesta Palavra toda a orientação que necessitasse. E que ela é a única fonte para se saber tudo acerca do céu, inferno, salvação, perdição, vida cristã, santidade, louvor, adoração, obediência espiritual. Enfim, a Bíblia é o manual do viajante, é a bússola do peregrino.

2. Preocuparam-se em ensinar que só Jesus Cristo salva. Não há outro mediador fora d’Ele, pois quem morreu na cruz foi Jesus. Ele perdoou nossos pecados de forma total e absoluta. Ele é o Caminho a Verdade e a Vida, ninguém vai ao Pai senão por Jesus. Não existem obras, penitências, religiões ou quaisquer méritos de bondade para se alcançar a vida eterna. Só Cristo e nada mais, pois todo poder foi entregue a Ele e sem Ele nada podemos ou seremos.

3. Preocuparam-se em ensinar que a fé é a chave do Cristianismo. Na Palavra de Deus, fé é definida como sendo o “firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não veem”. (Hb 11:1) Também foi ensinado que “sem fé é impossível agradar a Deus”. (Hb 11:6) A fé não é um salto no escuro, é uma convicção maravilhosa que vem de Deus. É um dom celestial do Espírito Santo. Muitos não têm a graça da fé porque não dão lugar ao Espírito de Deus. Graças a Deus porque os meus pastores e professores bem como meus pais se preocuparam em infundir a verdadeira fé em nossos corações.

4. Preocuparam-se em ensinar que a Graça de Deus é o favor divino manifestado para a nossa salvação. Aprendemos que pela graça de Deus somos salvos por meio da fé e isto é um dom de Deus. Nossos mestres nos instruíam para que não nos apegássemos às obras, à Lei, porque a Lei nos conduziu a Cristo como um Aio, que é aquele instrutor do menor. Se hoje confessamos a salvação, o fazemos não pelos nossos méritos, mas pela Graça divina. Ninguém teve a capacidade de cumprir a Lei. Só Jesus Cristo a cumpriu, por isso a dívida que havia entre o homem e Deus foi paga por Cristo. Hoje sabemos que nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus. Fui crescendo debaixo dos sábios ensinamentos dos meus líderes e aprendi também que os protestantes são os Luteranos. Pois Lutero, um monge católico quis reformar a Igreja Católica e pregou 95 teses ou proposições na porta da sua igreja em Witenburg e na dieta de Wormes ele foi confrontado para retratar-se de suas teses, mas ele disse: “Eu protesto e não me retrato”. Nunca foi intenção de Lutero fundar uma nova religião, mas aconteceu, e surgiu a religião Luterana como fruto do movimento de Martinho Lutero. Converti-me na Igreja Batista bem conservadora. Guardo os seus ensinos até os dias de hoje. Inclusive nas minhas pregações, ensinos e escritos, não me preocupo em citar Lutero, Calvino ou outro reformador porque Cristo preenche todos os argumentos de minhas pregações.

A Deus toda gloria. Pr. Darci Reis

Author: NúcleodaFé

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>